Últimas notícias:
Acre, sexta-feira, 01 de agosto de 2014
03/09/2012 O Dia

Bola da Copa vai se chamar ‘Brazuca’, mas não agrada

Imprimir

Nome escolhido em enquete com 1 milhão de pessoas, Brazuca usa grafia errada e é apontado como pejorativo para o país

Escolhido com 77,8% dos votos em enquete com mais de 1 milhão de pessoas, o nome oficial da bola da Copa de 2014 vai ser Brazuca. O Tatu-bola, mascote do Mundial, também já mostrou a sua cara.

O protótipo, de mais de 3 metros, está sendo construído em isopor. A Fifa fará campanha para os brasileiros escolherem o nome do bichinho. O apelido da bola já está dando o que falar.

De acordo com a Academia Brasileira de Letras (ABL), a expressão tem sentido pejorativo e é usada em Portugal para depreciar brasileiros.

“No Dicionário da Academia de Ciências de Lisboa, o termo se refere aos brasileiros de maneira negativa, diminuindo”, explicou o lexicógrafo Cláudio Mello, que trabalha há 10 anos na ABL. E a grafia, de acordo com a Língua Portuguesa, está errada: “Com origem na palavra Brasil, o termo correto é ‘brasuca’, com s”.

População diverge

O empresário Hugo Brandão, 28 anos, não vê problema. “O evento é internacional e o inglês é idioma mundial. Acaba virando uma marca. Nesses grandes eventos, tudo é feito para vender”, defende.

Já para o estudante Roberto Augusto, 21, o nome da bola com ‘z’ é desrespeito com a cultura do país. “Fica muito americanizado e não respeita a nossa língua. Quer maior identidade para um povo do que seu idioma?”, protestou.

As outras opções que disputaram a votação foram ‘Carnavalesca’ e ‘Bossa Nova’. No site da Fifa, o comunicado oficial explica que brazuca é um termo informal, utilizado pelos brasileiros para descrever o orgulho nacional pelo estilo de vida do país.

“Simboliza emoção, orgulho e boa vontade com todos”. O desenho da bola ainda é segredo: só será divulgado em 2013. O significado depreciativo já começa a incomodar.

“Fomos tratados como inferiores por anos. Agora que temos a chance de mostrar nosso valor, vão nos conhecer como brazucas por, pelo menos, 10 anos”, protestou a bancária Lorena Mesquita.

Veja também

Mulher diz que foi baleada por jogador Adriano, ele nega
Jogador do Flamengo perde contrato após se tornar evangélico
Atleta de Cruzeiro do Sul ganha medalha de ouro na Irlanda
Pelé pede que se esqueça possível roubo nos estádios da Copa

Comentários

Adicionar comentário

* Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores e sujeitos a identificação

Nome (Obrigatório)

E-mail (Não será publicado) (Obrigatório)

Mensagem

Atualização Azbox Azamerica

Site desenvolvido por Agência Live Design

É permitida a reprodução do conteúdo deste site com citação da fonte, e os conteúdos assinados são de responsabilidade de seus autores.

© Copyright 2012 Voz do Acre - Todos os direitos reservados.

Site desenvolvido por Ismael Costa